You are currently viewing Caixa de Direção no Buggy – Original ou Adaptação?
Caixa de Direção no Buggy

Caixa de Direção no Buggy – Original ou Adaptação?

Caixa de Direção no Buggy

Esta postagem foi feita com o desafio lançado na Newsletter do Planeta Buggy e está sujeita a alterações, de acordo com contribuições que forem chegando. 

Se tiveres alguma colaboração, coloca ali nos comentários abaixo ou manda para o email [email protected].

Caixa de Direção no Buggy – A Original

Há que se levar em conta que todo o sistema de direção do Fusca foi projetado para um carro que andava a baixas velocidades, normalmente em estradas e ruas precárias. A caixa de direção no buggy, todos sabem, é a original do Fusca.

Não tem a geometria mais avançada, pois é um projeto quase centenário. As alterações de engenharia que se fez no Fusca brasileiro foram muito poucas neste ponto. 

Acho que a única alteração na caixa de direção do Fusca brasileiro deve ter sido a troca de óleo SAE90 por graxa em 1966, quando também foi mudado um pouco o formato, mas a parte interna permaneceu basicamente a mesma. 

Na manutenção, o uso de graxa de molibdênio é a melhor opção, pois é a mesma usada em juntas homocinéticas e aguenta o trabalho pesado.

O sistema de direção do Fusca brasileiro até teve uma evolução, com a troca do pino mestre por um sistema de pivôs. Mas com a mesma caixa de direção.

No México, o Fusca evoluiu para uma suspensão McPherson, com um sistema de direção mais moderno. Infelizmente, esta modificação nunca veio para o Brasil.

Instalação e Regulagem da Caixa Original

Se for preciso trocar a caixa de direção no buggy, é bom considerar uma boa marca ou até mesmo a restauração da antiga, já que o mercado está inundado de porcarias.

A TRW é a marca original, mas não está mais em produção, embora seja possível encontrar peças de reposição de estoques antigos de alguns vendedores. Também é possível encontrar caixas de direção em boas condições em desmanches, talvez para aproveitar peças e, quem sabe, de duas (ou três) fazer uma boa…

A Nakata produz esta caixa e, embora não tenha a mesma qualidade da TRW, é uma marca conhecida e têm bons produtos, além de dar uma garantia de um ano. Mas também existem outras marcas menos conhedidas e as “restauradas pela fábrica”. Olho vivo, portanto, que tem até TRW falsificada por aí.

Se tens disposição de meter a mão na graxa, é uma boa opção. Ou, pelo menos, levar as peças ao teu mecânico de confiança e ele fazer o trabalho.

Partes da Caixa de Direção Original

O corpo da caixa é de ferro fundido e a tampa, provavelmente, liga de alumínio.

O eixo que liga à coluna de direção é o “sem-fim”, que aciona o setor, o outro eixo que sai lateralmente da caixa. Neste eixo, é ligado o braço pitman, que é o responsável por fazer com que a roda direita e a roda esquerda sigam seus cursos da maneira adequada. A roda interna da curva sempre faz a curva mais fechada que a externa.

É também no braço pitman que está preso o amortecedor de direção.
O “sem-fim” tem rolamentos de esferas nas duas extremidades. O setor está apoiado sobre buchas de bronze.

A ideia desta postagem não é mostrar como fazer a manutenção da caixa de direção, mas existem muitos vídeos tratando do assunto e o melhor que encontrei é este aqui, Manutenção na caixa de direção do fusca, no canal do Leandro Coelho.

Outro vídeo do Leandro Coelho mostra a montagem completa da caixa de direção. Ele alerta para a falta de qualidade das caixas existentes no mercado e a possibilidade de restaurar as antigas TRW.

Direção Pesada com a Caixa Original?

A grande queixa que o Planeta sempre recebe é que a caixa de direção original do Fusca é muito pesada.

Vamos analisar esta reclamação. O usual nos buggies é um volante de direção pequeno, muito menor que o do Fusca e os pneus dianteiros muito mais largos que os do Fusca também. Então, claro que a direção será mais pesada, mesmo.

Recentemente, o Velho’73, o meu Glaspac, ganhou um volante Lotse de 40cm de diâmetro. A diferença para o de 32cm que estava nele foi muito grande, ficando bem agradável até nas manobras dentro da garagem. Claro que o pneu dianteiro é relativamente estreito, 175-80×14, que tem um pequeno arrasto.

Portanto, antes de pensar em colocar uma caixa alternativa, pensa nestes dois tópicos e também no amortecedor de direção.

Quer saber mais sobre rodas e pneus em um buggy? O Planeta fez uma postagem só sobre isso.

E a Caixa de Direção no Buggy “Semi-Hidráulica” ?

Tenho visto algumas propagandas, principalmente no Mercado Livre, de caixas de direção “semi-hidráulicas”.

Um dos vendedores foi um pouco mais claro e disse que é um apelido para as caixas roletadas, que substituem as buchas no setor. Fica mais macia, mas não é original de fábrica, é uma adaptação feita na carcaça e tampa.

Bem feita, deve ser um bom produto, mas como saber se foi bem feita? Se usaram rolamentos de qualidade? Se substituíram as peças usadas ou apenas reaproveitaram peças com mais de 30 anos? E se trocaram foi por peças da TRW, as únicas com qualidade adequada?

Na recuperação da tua própria caixa de direção, algum torneiro capacitado pode colocar estes rolamentos, pois não é ciência de foguete.

Adaptações de Caixa de Direção no Buggy

Coluna de Direção Elétrica?

Não vi nada ainda sobre isso em buggies, mas acredito que possa ser uma solução interessante, mantendo a caixa de direção original, se o que estiver sendo considerado é uma direção mais leve.

Caixa de Direção do Fiat Uno

Pelo menos um dos fabricantes atuais usa esta caixa de direção em seus buggies, já que como sabemos, não há possibilidade de caixas de direção de qualidade, novas.

O Chevas enviou algumas fotos da caixa de direção no buggy dele, um FerCar Naja One.

Neste caso, a caixa de direção do Fiat Uno está instalada em um suporte soldado no quadro de suspensão do buggy. Veja os detalhes e o relato do André a seguir.

Quando recebi o meu buggy, com caixa de direção moderna, de Uno, achei muito boa, sem folgas, precisa. Sem falar que ela deixa o volante muito leve, praticamente como uma direção hidráulica. Adaptações à parte (tem boas e más…) eu recomendo a moderna, embora ela ocupe mais espaço na frente do buggy. Além do mais, boas peças de fusca estão cada vez mais difíceis de encontrar. O jeito é adaptar”.

Ela está montada de maneira central, presa em suportes soldados no quadro da suspensão dianteira. O meu volante é médio (34cm). Nas idas às oficinas de alinhamento e geometria, não falaram nada sobre estar muito ruim. A única coisa que eu acho que poderia melhorar é a posição dela em relação às rodas, pois os braços de controle ficam muito inclinados (última foto)“.

Caixa de Direção do Monza no Buggy

No Mercado Livre, se encontra alguns kits para a adaptação. O Marlon informou, ali nos comentários, que o primeiro buggy dele tinha uma caixa de Monza adaptada. Não sabe dizer se é problema recorrente ou se foi porque era uma das primeiras adaptações que usaram esta caixa, mas ficou muito leve na cidade e instável na estrada.

Considerações Finais do Planeta

Se estás pensando em trocar o sistema apenas para ter um mais moderno, repense. O sistema original, apesar de antigo, se estiver funcionando corretamente, ainda é o melhor para teu buggy.

No entanto, se a caixa de direção no buggy estiver com problemas sérios e não tens um mecânico que possa fazer a manutenção correta, podes pensar na adaptação. Mas sempre considerando que vais gastar um bocado e o resultado pode não ser o esperado.

Se for apenas porque achas pesada demais, considera trocar o volante por um de maior diâmetro ou os pneus por alguns mais estreitos que, além de aliviar o esforço da direção, ainda vão andar melhor na areia, e até mais confortavelmente no asfalto.

Alguma Sugestão Sobre a Caixa de Direção no Buggy?

Teu buggy já está com uma destas soluções implementadas? Como ficou o resultado? Compartilha conosco esta experiência e como conseguiu fazer a adaptação.

Pode recomendar o mecânico que fez também.

Ali embaixo, nos comentários ou no grupo do Planeta no Facebook.

Quem Colaborou?

A colaboração do André “Chevas” foi fundamental para montar esta página. E as dicas do Daniel Farina e do Marlon também foram muito boas.

Lembrem-se que o Planeta Buggy não é feito apenas por um abnegado, mas por uma legião de apreciadores que sempre dão sua opinião aqui, no grupo do Facebook e no Grupo do Telegram.

O Que Temos no Planeta Buggy?

O Planeta tem muita coisa sobre mecânica, com postagens diversas. Quer saber mais? Visita esta página, onde estão listadas as postagens sobre o assunto.

Este post tem 2 comentários

  1. Marlon

    Ohhh Carlão, o meu é original, não é pesado não, perto dos carros sem direção hidráulica, do tipo “toco duro”, o Buggy é até bem leve, tive um terral que usei a do Monza,bem no início das transformações, era ótimo na cidade, porém em meu caso, achei muito estranho e inseguro na estrada!! Abcao

    1. Beco

      Pois então. O grande problema na adaptação é que a geometria do Fusca é diferente destes outros carros e talvez aconteça o que aconteceu com o teu antigo. Não vejo vantagem em trocar a original, se ainda tiver possibilidade de mantê-la. Quando não tiver mais peças disponíveis, bueno, aí não tem jeito mesmo. Já produções de buggies atuais, com caixas alternativas, pode ser positivo pois imaginamos que o fabricante tenha testado exaustivamente a adaptação e esteja seguro e estável.

Deixe um comentário