O Nascimento do Planeta Buggy

O Nascimento do Planeta Buggy

Recados do Buggyman

O Nascimento do Planeta Buggy

Depois de investigar bastante nas bases de dados históricas da Web, encontrei a data da primeira publicação do Planeta Buggy, no Geocities, uma ideia interessante de rede social, onde existiam bairros e numeração de cada “lote”. O “Dune Buggy Brasil” ocupava o lote 1288 do bairro “Motorcity”.

Em 15 de janeiro de 1999, começava a gênese do Planeta Buggy no Geocities. O nome “Planeta Buggy”, apareceu em setembro do mesmo ano, ainda no Geocities e foi criado pois precisávamos dar uma cara ao site e “Dune Buggy Brasil” era muito genérico. O nome “Planeta Buggy” apareceu quando vi um episódio do Planeta Xuxa… Daí, Planeta Buggy pareceu uma excelente ideia! Tomara que ela não me cobre royalties.

Quando o Geocities começou a ser desativado, precisamos ir para um hospedeiro profissional e o site precisava de uma url. Então, registrei o planetabuggy.com.br em 6 de outubro de 2000. Podemos considerar esta a “data de batismo” do Planeta. Padrinhos tivemos muitos, que acompanhavam o site naquele tempo. E era um pessoal muito ativo nas redes da época, que eram basicamente através de email.

Em um grupo do Yahoo, criado em 30 de outubro de 1999, começamos a trocar ideias sobre buggies e assuntos para o site. Semanalmente, era distribuída, por email, uma letter chamada “buggy files”.

Neste momento, descobri que tinha muito maluco por buggy Brasil afora. Alguns daqueles parceiros ainda estão na nossa companhia. Não vou citá-los para não esquecer ninguém. Mas podem identificar-se lá nos comentários.

O nascimento do Planeta Buggy, portanto, é anterior ao que eu próprio imaginava. e, a partir de agora, será considerado o “Aniversário do Planeta Buggy”, 15/01/1999, ainda no século passado. 21 anos.

Para garantir que não teríamos páginas fantasmas com nosso nome, registrei também o planetabuggy.com, que tem um desvio direto para nossa página de entrada, assim como dunebuggy.com.br e glaspac.com.br. Esta última registrei por estar solta e por não querer que aparecesse alguém sem interesse no setor apenas para cassar clientes. Claro que, neste caso, se os donos originais da Glaspac ou seus sucessores quiserem, transfiro sem custo algum para eles.

Um dos banners mais antigos do site (janeiro de 2000), já utilizando o nome atual, é o que está a seguir, toscamente feito em algum editor de imagens. E, na imagem seguinte, a “certidão de nascimento” do Planeta. Provavelmente deve ter sido alguns dias antes, mas não em 1998, com certeza.

 

banner-antigo
O Nascimento do Planeta Buggy

O que motivou a criação do Planeta Buggy

O nascimento do Planeta Buggy foi provocado pela busca de informações sobre buggies e não encontrando nada em português.

Acabei me tornando um rato de banca de revistas, buscando algumas importadas que tinham excelentes reportagens sobre buggies. Americanos… Por aqui, nas revistas especializadas, uma ou outra matéria, sem aprofundar em nada.

Os sites americanos tinham grande quantidade de informação e eu queria que isso existisse também no Brasil, em português. Aí nasceu a ideia de fazer o primeiro esboço, em html puro, direto no bloco de notas do Windows 98. Aquele primeiro site tinha pouca coisa, já que a ideia, na verdade, era aprender a programar em html e eu, claro, gostava do assunto buggy.

Então o site foi lançado com um pouco da história do buggy no Brasil e no mundo, algumas fotos do meu próprio buggy e algumas informações traduzidas dos sites gringos, além de um tutorial para fazer a instalação elétrica do buggy. E, claro, já tínhamos nossa classificação de buggies clássicos!

Aí surgiu a ideia de fazer o grupo no Yahoo e, incrível, apareceu um monte de gente interessada no assunto! Fotos que ainda estão no site antigo foram enviadas naquela época. Trocávamos ideias sobre o que poderia ser colocado no site. Mais ou menos o que tento fazer hoje, mas a interação naquela época era bem maior que hoje, apesar das dificuldades de comunicação. Os tempos eram diferentes, não havia a urgência, a instantaneidade da conversa. Acho que, por isso, tudo fluía mais facilmente, mais calmamente.

Mas nada de saudosismo! As fotos daquela época eram obrigatoriamente de pequeno tamanho, para economizar banda e possibilitar os usuários verem o conteúdo sem ficarem horas esperando carregar. Os mais novos nunca entenderão o que era esperar meia noite para usar internet discada e economizar pulsos.

E olhem como era o fórum! Texto e mais texto. E muita informação e diversão, mesmo sem as firulas que temos hoje.

O Nascimento do Planeta Buggy

Os links

Todo site tinha que ter uma página de links, como forma de aumentar a propagação da ideia e do próprio site, pois era comum a troca de links entre sites de assuntos similares.

O Planeta tinha sua página de links, também. E, conferindo agora, algumas páginas ainda estão no ar e com uma boa quantidade de informação sobre buggies. Listo duas sobreviventes a seguir.

Dune Buggyarchives -Ainda no ar, mas desatualizada. De qualquer maneira, tem muito assunto por ali.

Manx Club – Está no ar e atualizada com os novos modelos do Manx.

Pelo visto, o Planeta não tem muita companhia entre as páginas antigas! E as brasileiras eram ainda mais raras. Algumas fábricas tinham sites, mas nenhuma delas com alguma informação real sobre problemas, dificuldades ou até mesmo de vantagens de um ou outro modelo para uso específico – praia, trilha, etc.

Aliás, as fábricas que restaram não se preocupam muito com isso nos dias de hoje. Não que estejam erradas, mas deveriam ter um enfoque mais intimista com seus consumidores.

Recados do Buggyman #24 – O Nascimento do Planeta Buggy

Na falta de ter o que fazer, o caseiro gosta de escrever banalidades que, eventualmente, muito eventualmente, podem divertir algum leitor. Outra coisa que ficou bem clara ao longo deste tempo todo, é que o povo que gosta de buggy é um pessoal mais, digamos, maduro, gente que era jovem nas décadas de 70 e 80. Poucos jovens atuais gostam ou sequer entendem o que é ter um buggy. Como dizia um de nossos slogans, “Buggy é Estado de Espírito”.

Para ser sincero, o Planeta Buggy esteve abandonado por algum tempo. Atualizações raras e – verdade – fracas. O problema maior é que o caseiro tinha assumido muitas responsabilidades em seu trabalho “oficial” e o tempo era muito curto. Além disso, com o site feito através do programa DreamWeaver, sem dominar todas as técnicas, ficou bem complicado. As fotos precisavam ser reduzidas uma a uma para fazer os selos e tudo demandava muito tempo, umas três horas, pelo menos, para uma atualização simples. 

Atualmente, além de estar aposentado, o uso do WordPress facilitou em muito a vida do Buggyman. E o prazer voltou! Espero, sinceramente, que tenha voltado também para os velhos companheiros e para algum novo que apareça por aqui.

Quer ver os outros “Recados do Buggyman”? Claro que não, mas vou colocar o link, mesmo assim: Recados do Buggyman.

O desenho abaixo era usado para separar assuntos, como uma linha…

linha

É isso aí, meninos e meninas. Por enquanto, chega de buggy! Até o próximo “Recado do Buggyman”.

Este post tem 4 comentários

  1. Ricardo Torres

    Certamente o planeta é o ponto de referência de qualquer aficionado nestes carrinhos fantásticos. Estou presente desde que comprei meu buggy em 2004 e aprendi muito com o material do planeta.

    1. Beco

      Valeu pelo testemunho, Ricardo!

  2. Marlon

    Planeta Buggy……em 2002, eu ficava horas e mais horas olhando o site e babando….. sonhando em voltar a ter um buggy novamente!, No passado, tive dois…..jurei não querer mais, mas o site e meu coração não me ajudaram a esquecer!!!

    1. Beco

      hehe, que bom que não esqueceu do buggy, Marlon!

Deixe uma resposta