Reforma do Buggy Abais

Reforma do Buggy Abais

Reformas de Buggies

O Planeta Buggy inaugura – neste novo espaço – uma área para mostrar reformas de buggies.

Esta primeira intervenção veio do Ricardo Torres, com a reforma do Buggy Abais que está na Garagem do Planeta. O Ricardo é um dos mais antigos planetários e sempre contribuiu com sugestões, fotos e informações sobre buggies em geral.

Acompanhe a segunda reforma do Buggy Abais do Ricardo e inspire-se para reformar o teu! Tem detalhes da primeira reforma no site antigo do Planeta (o “museu” do Planeta Buggy!)

O Ricardo apresentou esta reforma em 2013 e autorizou o uso pelo Planeta Buggy naquela época. Demorou, mas aqui está! Valeu, Ricardo!

logo-abertura

Texto e fotos – Ricardo Torres

Reforma do Buggy Abais

Em janeiro de 2003 iniciei a segunda grande reforma do meu buggy Abais.

As características do bólido: Motor Boxer 1500, (originalmente 1300, mas depois da retífica optei por subir a potência do motor) Carburação simples.

O buggy foi adquirido por mim em 2004. Todas as vezes que visitava minha tia, o buggy estava na garagem, era de um vizinho dela que usava garagem para guardar o bichinho. Como sempre tive vontade de ter um buggy, fiz a proposta para ficar com ele, já que o atual proprietário não estava usando o buggy a algum tempo.

A primeira reforma foi em 2005 e as fotos estão no planeta. http://www.planetabuggy.com.br/extintos/abais/ricardo.htm

Sete anos depois, o bichinho estava bem surrado. A pintura era só bolhas e pés de galinha, além de já não ter mais cor.

Primeira Etapa – Lixamento

Iniciei a reforma do Buggy Abais com uma bela lixada, com o intuito de tirar toda a tinta velha e corrigir as rachaduras que existiam no gelcoat.

Devido a grande dificuldade de se encontrar uma oficina de  confiança que faça o trabalho de lixamento, como deve ser feito, me fez optar por fazer o lixamento em casa mesmo.

O lixamento foi feito a seco com lixadeira orbital. Demorou bastante e fez muita poeira, motivo de confusão com a esposa. Mas valeu a pena.

O Chassi

Na reforma de 2005, o chassi foi pintado com Cromato de Zinco Verde da Inquine e, quase oito anos depois, o chassi estava praticamente intacto. Depois de retirada a corroceria pude verificar o real estado do chassi.

Aproveitei para instalar uma cantoneira lateral de reforço no chassi, que irá ser parafusada na carroçeria e melhorar a estrutura do carrinho.

Pintura

Já na oficina, o trabalho começou com a aplicação de massa poliéster. Apesar de que chegaram a iniciar a aplicação de massa ligth, mas depois que reclamei, passaram a usar a massa correta. Poliéster.

Depois de quase dois meses, o carrinho chegou em casa para a montagem.

Olha a alegria do meu co-piloto.

Painel

O Buggy Abais merecia um painal novo! E foi isso que ele ganhou!

Suporte Traseiro da Carroceria

Um dos problemas que enfrentei no meu Abais é que toda a parte traseira da carroceria era fixada em uma estrutura improvisada e aparafusada na lateral do banco traseiro que, mesmo com a fixação usando borrachas e grandes arruelas, forçavam bastante a fibra.

Sem contar que os cintos de segurança traseiros eram fixados apenas na fibra, ou seja, o mesmo que não ter.

Esta foto mostra como era a afixada a carroceria no chassi. Aquela barra em “T” fixa na carroçeria com dois para fusos.

Reforma do Buggy Abais do Ricardo - suporte traseiro
Suporte da carroceria na parte traseira do Buggy Abais

Nesta reforma instalei uma cantoneira cruzando o chassi de uma ponta a outra, fixada na “torre” que sustenta o amortecedor traseiro, passando justamente por baixo do banco, onde serão fixados os cintos de segurança e consequentemente a carroceria terá um melhor ponto de apoio.

Todos os pontos de contato entre fibra e chassi estão montados com borracha para diminuir a vibração e o barulho.

A solução que adotei, usando uma barra de ferro para puxar a cantoneira para trás me possibilitou não mexer na caixa da bateria.

Barras Anti-Torção

O sistema anti torção que instalei no Buggy. Os tirantes foram preparados com um parafuso de aço Inox em metro com um tubo de aço como capa externa.

Com o uso de uma cantoneira, fiz a fixação dos tirantes com uma das pontas na base da patilha do motor e a outra na barra instalada embaixo do banco traseiro.

Nota do Planeta: Existe um produto com função similar no mercado brasileiro. Trata-se da barra de torção Imohr (detalhes na página deles). Para quem não tem a habilidade do Ricardo e uma graninha sobrando, já vem pronto!

Motor

Finalização do motor, com pintura.

0 0 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
3 Comentários
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments

O Buggy Abais do Ricardo na Garagem do Planeta. Clica no link aí em cima.

Last edited 17 dias atrás by Beco
Alexandre Soares

Chicotes Elétricos. Sou fabricante de chicotes elétricos e não vejo muitas discussões sobre esse tema. E veja muito utilizando chicotes velho e fazendo adaptação para os Buggys. Uma coisa perigosa.
Deixo aqui meu Recado. Precisou de Chinelo elétrico desenvemos para seu Buggys chicotes com exclusividades de acordo com suas necessidades.

Alexandre Soares
24 99878-1831