Você está visualizando atualmente Fusca Baja do Evandro – SP
Fusca Baja do Evandro

Fusca Baja do Evandro – SP

no site desde 2002

Fusca Baja do Evandro SP – Fuscolete

Quando perguntei ao Evandro sobre detalhes de seu Baja, ele respondeu. Na verdade não são só detalhes, é uma historia este baja !! Aí vai a história do Fusca Baja do Evandro, contada pelo próprio:

Mais ou menos há um ano e meio, meu irmão, que é caminhoneiro, estava em Piracicaba com seu caminhão e parou em um posto de molas para arrumá-lo. 

Enquanto esperava o conserto, viu no fundo um baja jogado e perguntou ao rapaz se ele vendia os para-lamas para ele colocar no baja dele, que tinha dois quebrados. Para surpresa dele, o cara falou que não vendia só os para-lamas e sim o carro inteiro! Mas o carro estava em estado de sucata, salvo os para-lamas, mas ainda assim perguntou o preço, e o cara falou R$ 100,00, e mostrou o documento do carro.

Imediatamente, meu irmão me ligou, e falou que tinha comprado um baja para mim, e que eu tinha que ir buscar em Piracicaba, (lembrando que moro em SP). Então, no sábado, peguei o caminhão que meu pai tinha na época (poucas semanas depois de buscar o baja o caminhão foi roubado). Bom, com aquele resto de carro na garagem pensei: por onde começar???

Tirei a carroceria de cima do chassis e joguei fora e, para minha felicidade, um amigo que tem um baja, falou que tinha visto um por R$ 800,00, mas ele só queria o kit, então compramos o baja, eu ficaria com a carroceria motor e cambio e ele com o chassis e o kit.

O baja ja estava andando, mas não estava do meu gosto. Então, comprei uma suspensão de Variant II, e eu e meu pai colocamos. Mas a frente ainda estava baixa… conclusão: nós colocamos a catraca invertida. Agora só faltavam os pneus.

Num domingo, quando lavava meu Santana, vi que os pneus da frente estavam meio gastos. Na segunda, fui a uma loja e comprei quatro rodas de ferro com pneus 14, e coloquei no Santana e as aro 15 de alumínio foram para o baja e, por sorte, achei dois pneus ATX “meia vida” por R$ 50,00 e dois Scorpion por R$ 70,00. Agora, ele está com essa cara que vocês estão vendo nas fotos. Particularmente, prefiro mais ele sujo de barro, do que limpo com pneu pretinho!!!

O fabricante do kit é a extinta fuscolete. O fusca eu não sei exatamente o ano, mas a documentação do baja é ano 85, que por sinal está em dia e em meu nome.

Usei peus ATX 31.10×15 na traseira, devido ao desenho off-road, tendo em vista que uso o brinquedo mais para fazer trilhas e passeios, e o cambio usei o da Kombi, devido a relação reduzida, que compensa o tamanho dos pneus, e aumenta o torque.

O motor, por enquanto, é 1.6 a gasolina, carburação simples, mas já estou montando um 1.7 a álcool, com carburação dupla.

Esta trilha fica na serra da cantareira, em São Paulo, point mais famoso dos trilheiros paulistas.

Evandro-SP

Reforma

As suspensões, pintura, motor… O Fusca Baja do Evandro ficou muito caprichado! Esperamos que ainda esteja dando muita alegria para ele em 2021! As fotos são pequenas e de baixa qualidade, infelizmente.

Mais Fotos

Em 2004, o Planeta recebeu mais fotos do Fusca Baja do Evandro, com algumas informações sobre a reforma do Baja e um alerta importante sobre a suspensão IRS de Kombi:

Aí abaixo, estão mais algumas fotos do meu baja, junto com o baja de um amigo (Fábio), após uma pequena reestruturaçao na suspensão traseira e colocação de freios a disco na traseira e troca dos pneus, o que deixou meu baja com 52 cm de altura do solo.

Li, no Baja Brasil (infelizmente, um site já extinto), que alguns bajeiros estão colocando a traseira completa da Kombi no baja, e gostaria de alertar o seguinte: A suspensão da Kombi foi projetada para grandes volumes de carga e, por isso, tem barras de torção mais grossas que, quando colocadas no baja, cria um inconveniente muito grande quando em situação off road. 

Em grandes desníveis, uma das rodas fica constantemente no alto devido a inflexibilidade da torção, que acaba deixando o carro atolado ou com o pior: coroa e pinhão do câmbio quebradas. 

Ainda em tempo, vale lembrar de um detalhe importante: câmbios de fusca tem uma relaçao mais longa, onde dois dentes do pinhão pegam em três dentes da coroa e, na kombi, um dente do pinhão pega dois dentes da coroa. 

Por isso, apesar de bastante reduzido, torna-se frágil, agravando-se com o tamanho dos pneus utilizados.

O freio a disco na traseira melhora a frenagem em aproximadamente 50%, ficando muito bom…

Abraços,
Evandro

Este baja com a estrela é do Fábio. O “General” também está aqui no Planeta.

Outros Fusca Baja no Planeta Buggy

Conheçam os outros Fusca Baja que estão no acervo digital do Planeta Buggy, além do Fusca Baja do Evandro. Clica na imagem a seguir. E, caso conheças algum detalhe de Fuscas Baja ou fabricante, coloca ali nos comentários ou no Grupo do Planeta no Facebook.

Este post tem um comentário

  1. Giulio

    Boa noite esto querendo adiquirir um baja já em ótima condições . Disposto a pagar o valor certo

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.