Estribos, Barras de Proteção Lateral ou “Nerf bars”
Buggy Glaspac - Velho'73

Estribos, Barras de Proteção Lateral ou “Nerf bars”

O que são “nerf bars”, barras de proteção lateral ou estribos?

O termo original nerf bars poderia ser traduzido como “barras de proteção lateral” ou “estribos”. No entanto, o termo nerf bars é para as barras externas reforçadas, que promovem a proteção lateral do buggy em trilhas pesadas. Os buggies modernos fabricados no Brasil, incorporam barras de proteção lateral internas, e não poderiam ser classificados como nerf bars e, claro, nem como estribos.

As nerf bars ideiais também apresentam-se com um desenho que vai alargando na direção da traseira do buggy, devendo ficar um pouco  mais para fora que a roda traseira, de maneira a proteger e também “empurrar” o buggy para longe do obstáculo.

Como estribo, estas barras além de permitir um acesso mais fácil, principalmente em buggies muito altos, também acrescentam alguma proteção passiva, no caso de batida lateral.

Para ter esta proteção, as barras de proteção lateral precisam estar bem apoiadas no chassi do buggy e não na fibra. Devem ser confeccionadas com material resistente, geralmente tubos metálicos de parede grossa. Uma barra com apoios frágeis acaba tornando-se mais perigosa que a falta dela. Como no caso dos santoantonios feitos apenas para estética.

Na foto a seguir, um exemplo simples de nef bar, que é usada mais como estribo. No Velho’73, um Glaspac 1972, foram colocados estribos mais para facilitar a entrada e saída do buggy, que para proteção lateral. Mas tem esta função também, pois está fixado no chassi, especificamente, nos tubos que fazem o lift da carroceria e no suporte da barra de torção. E também estão alinhadas com as rodas dianteiras e traseiras. 

Lateral esquerda

Nos Buggies Antigos

As nerf bars ou estribos, nos buggies clássicos ou antigos, não existiam. Apenas gaiolas e bajas tinham este acessório, pois o uso em cidade ou dunas não justifica seu uso.

Apenas quando estes buggies começaram a ser utilizados em trilhas é que os proprietários perceberam que a presença das barras seria de muita utilidade e começaram a aparecer versões sobre o tema. 

Embora ainda sejam raras, cada vez mais aparecem interessados em colocar este acessório em seus buggies, pois há um acréscimo na proteção passiva, em casos de batidas laterais ou, como dissemos antes, para proteção em trilhas.

E, sendo bem feito e respeitando as linhas do desenho do buggy, podem até ficar bonitas. Ou, pelo menos, não feias.

Nos Fuscas Baja e nas Gaiolas

As gaiolas quase que obrigatoriamente vão ter as nerf bars, por conta de seu uso e até do tipo de chassi que é utilizado.

Os Baja Bug, ou Fusca Baja, como derivados diretos do Fusca, quase sempre têm os estribos, já que o Fusca também os têm, como acabamento.

Mas praticamente todas as gaiolas e bajas são feitos para trilhas e a existência das barras de proteção lateral fazem todo o sentido. A Colella na última foto tem estribos bem largos. Em alguns modelos, observa-se o uso desta área para armazenamento de tralhas. Mas é bom não usar a reserva de combustível ali, por questão de segurança.

E nos Buggies Atuais?

Atualmente, os projetos dos buggies incluem um chassi tubular revestido com uma carroceria de fibra de pequena espessura (comparativamente aos antigos).

Por isso, praticamente todos os projetos contam com as barras de proteção lateral, embora em alguns não esteja visível externamente. Na foto abaixo, o desenho de um chassi moderno com as barras laterais altas, que ficam escondidas na fibra.

Santo Antônio, Bancos, Capotas e outros Equipamentos e Acessórios de Buggies

O Planeta Buggy tem uma página onde estão os links para todas as postagens que tratam destes assuntos. Aparece por lá e confere!

Este post tem 2 comentários

  1. Chevas

    Bah, acho que só os buggys do Nil e do Farina possuem barras de proteção lateral e/ou estribos. Acho que nem o Way/Wake/Super buggy tem. Alguém confirma?
    []’s

    1. Eu acho que todos os nordestinos têm as barras laterais. Lá todos copiam todos! hehehehe

Deixe uma resposta