Buggy Bird fabricado no Rio de Janeiro – RJ

Buggy Bird fabricado no Rio de Janeiro – RJ

Buggy Bird – Carioca

Segundo informações, o Planeta soube que o Buggy Bird foi construído por um ex-sócio da Baby (Tuninho) e segue linhas muito similares, embora com uma frente um pouco mais alta, aparentemente e com os faróis sobre os paralamas e não integrados à carroceria. Ficou muito melhor! Desculpa, Baby…

Muitos Birds que estão no site e outros que tivemos conhecimento, foram comercializados em Salvador-BA. Talvez por lá tivesse um bom representante, pois o Planeta até acreditava que a fábrica ficasse por lá mesmo. É o que consta na página antiga.

Vamos ver se conseguimos mais informações deste e de outros buggies que temos por aqui, para montar este quebra-cabeças infinito.

A publicidade a seguir foi copiada do site Lexicar, que é uma bíblia de veículos brasileiros.

Buggy Bird no Planeta Buggy

A seguir, apresentamos os Buggy Bird que já estão no site do Planeta. A maioria estava no site antigo e foi transplantada para ca. Mas tem gente nova, também.

Conheça este buggy em detalhes, pelos relatos e fotos de seus proprietários.

Buggy Bird do Ricardo Preto Preto

Este é o “brinquedão” da família do Ricardo. Um belo Buggy Bird com um detalhe interessante.

Vai lá na página dele para conferir!

Buggy Bird do Stefaninni

Ano 1995, este buggy Bird vermelho passeia pela Região dos Lagos, no Rio de Janeiro.

Bem reformado, é um belo exemplo de buggy. Confere as fotos dele lá na página!

Buggy Bird do Marcelo

Este buggy apresenta um nível de personalização muito interessante, a começar do parabrisa. Mas não tem a infame pala, o que pode causar dificuldades para o condutor, em caso de blitz.

Dá uma olhada nas fotos deste buggy e o que foi feito nele!

Buggy Bird do Tony

Mais um buggy Bird no Planeta. Este foi colocado em 2004 no site e teve uma reforma com troca de cor. De vermelho para prata.

Um belo buggy, sem dúvida!

Buggy Bird do Werla

Entrou para o site do Planeta Buggy em 2004. Um Buggy Bird com fotos que atestam o DNA do Baby nele.

Reparem na traseira, no painel. Um belo Buggy Bird!

Buggy Bird do Roberto

Outro Buggy Bird capturado pelas lentes do Prof. Alf e seu fiel assistente, Vina.  Com um parabrisa mais inclinado que dançarino de tango!!! Foi durante o III Encontro de Buggies de Salvador.

Buggy Bird do Luizão

Este é o Buggy Bird do Luizão, cujas fotos foram enviadas para o Planeta em 2003, pelo Prof. Alf.

Sem muitos detalhes, mas esperamos que o Luizão nos encontre e mande mais notícias!

Buggy Bird do Valter

Em Fortaleza, o Valter Júnior apresentou seu Buggy Bird ao Planeta.

Algumas alterações básicas já deixaram o buggy bem melhor. Confere lá na página dele!

Buggy Bird do Fabiano

Um Buggy Bird que era do Maurício, de São Carlos-SP e agora (bem, em 2004 era…) do Fabiano de Itatiba-SP.

Muitos Buggy Bird brancos. Será uma tendência?

Buggy Bird do Jackson

Este é o Buggy Bird do Jackson Santos, que é seu segundo dono. Fabricado no Rio de Janeiro, este está original até nos instrumentos.

Um buggy com uma bela história e com detalhes exclusivos. Dá uma olhada na página dele!

Buggy Bird do Alf – Salvador-BA

Este é o “Cachorro”, o Buggy Bird do Alf, de Salvador. Um clone do Baby, mas com faróis estilo Califórnia.

Um belo exemplo de que pequenas alterações no design podem mudar tudo.

Conheça outros buggies extintos

O Planeta Buggy se dedica a preservar a história dos Fiberglass Dune Buggies fabricados no Brasil. O que temos está nesta página e no site antigo, que está sendo transferido aos poucos para cá.

Visita a página dos Buggies Extintos, aqui no Planeta Buggy!

Sabes alguma coisa sobre o Buggy Bird e sua produção? Comenta ali embaixo!

Este post tem 2 comentários

  1. TIAGO GASPAR

    Boa tarde! Sou novo no site, embora acompanho desde 2005, mas só agora consegui comprar meu bird. Gostaria de postar uma fotos, não estou conseguindo. Como procedo? Desde já obrigado.

    1. Beco

      acho que vais encontrar alguma informação aqui mesmo no forum. Para falar a verdade, não tenho certeza. Mas, se não conseguir, manda para meu email que eu dou um jeito.
      Talvez agora, com a aprovação da primeira mensagem, apareça a opção para ti. Precisei fazer isso, pois tem muita mensagem de spam todos os dias. O sistema barra a maioria, mas alguns passam, então a regra de não aprovar a primeira mensagem faz sentido.

Deixe uma resposta