Buggy Bird do Jackson Santos

Buggy Bird do Jackson Santos

O Buggy Bird do Jackson

Na página do Planeta Buggy, no Facebook, o Jackson apresentou seu Buggy Bird. O início é uma história comovente, mas registra o que um simples carrinho pode significar para algumas pessoas.

Leia com atenção

Meu Buggy Bird

Por Jackson Santos

Comprei este buggy de uma mulher que tinha perdido seu irmão para o câncer. Ela guardou esse buggy por dez meses na garagem, para ter o carro como lembrança, já que ele tinha sido seu único dono.

Passado todo esse tempo, ela preferiu vendê-lo para alguém que desse continuidade ao que o irmão dela tinha deixado.

Foi aí que entrei na história. Quando cheguei para ver o carro, ela caiu em lágrimas e falou que eu era muito parecido com seu irmão já falecido, ela me pediu que eu cuidasse bem do buggy… tenho ele há nove anos. Por algumas vezes tentei trocá-lo por motos, mas sempre desisto.

Na minha família ele virou o filho mais velho, todos nós somos apaixonado por ele, chamado carinhosamente de sapão kkk.

Temos chaveiros da foto dele feito com o metal do carburador derretido, camisas e muitas histórias boas com ele, embora ele sai muito pouco da garagem já que hoje estamos sem a casa de praia.

Não fiz nenhuma reforma nele, só troquei os pneus, fiz a capa de verão, melhorei o som, mandei fazer o cambão, revisão geral da suspensão, freio, sistema de combustão e ignição…. troquei tudo embora muitas coisas não precisassem, é um buggy muito bom, nunca nos deixou na mão.

Sobre a história da fábrica do Bird, eu já bati tudo e nunca vi a história deste buggy. Na plaqueta consta Buggy Mania situada no Rio de Janeiro e número de série 000093.

Conheça outros buggies extintos

O Planeta Buggy se dedica a preservar a história dos Fiberglass Dune Buggies fabricados no Brasil. O que temos está nesta página e no site antigo, que está sendo transferido aos poucos para cá.

Visita a página dos Buggies Extintos, aqui no Planeta Buggy!

Conheça outros Buggy Bird, aqui no Planeta.

E comenta, ali embaixo, o que achou deste modelo. E manda o teu para o Planeta!

Deixe uma resposta