You are currently viewing Curiosidades  #1 – Buggy Barris T de George Barris

Curiosidades #1 – Buggy Barris T de George Barris

Curiosidades

Neste Recados do Buggyman #37, vamos inaugurar um novo espaço no Planeta Buggy: Curiosidades.

Vamos mostrar coisas interessantes e curiosas do mundo do buggy, começando por mostrar um buggy criado pelo incrível George Barris, o criador do Batmóvel original. Sugestões para novas postagens serão bem vindas!

Quem foi George Barris, o criador do Buggy Barris T

George Barris foi um customizador de carros muito famoso, falecido em 2015. Juntamente com Ed Roth, pode ser considerado o customizador de carros mais estranhos que se tem notícia. Mas também manteve seu estúdio para customização de carros quase “normais”, para gente que queria se destacar na paisagem automobilística.

A página de Barris ainda está no ar, mas sem atualizações desde a data da sua morte. Mas vale a visita! http://www.barris.com/index.php. E o site brasileiro Best Cars fez uma postagem em homenagem ao “Rei dos Personalizadores“. Bom texto e boas fotos. Mas já trocou mais de uma vez de endereço. Em outubro de 21, estava correto. Se estiver quebrado, avisa lá nos comentários.

Hollywood tem muitos dos carros icônicos fabricados ou adaptados por ele. O Batmóvel dos anos 60, provavelmente é o mais famoso, mas o General Lee, Dodge de “Os Gatões”, os carros da “Família Adams”, o Gran Torino de “Starsky & Hutch” e até o TransAm da “Super Máquina”, foram criações dele. E o “Barrister”, um Corvette modificado para a atriz Bo Derek.

Buggy Barris T

Mas o assunto do Planeta Buggy é Buggy, claro. E George Barris fez o seu próprio buggy, o “Barris T”, claramente inspirado no Modelo T, da Ford ou, mais precisamente, nos Bucket T, hot rods que eram feitos sobre o Modelo T, bastante comuns nos anos 50.

O modelo não pretendia ser um dune buggy, mas um street buggy, desenvolvido para ser um carro de curtição, não de trilhas ou dunas. O furgãozinho também tinha um apelo publicitário muito grande, com as laterais que poderiam divulgar algum tipo de serviço ou empresa. Aliás, foi com este propósito que ele foi feito, em primeiro lugar, para divulgar as próprias lojas da Barris.

Barris construiu um Barris T com motorização Corvair, para servir de publicidade nas suas lojas de customização, em 1965. Depois disso, construiu mais alguns kits, mas a quantidade produzida não ficou clara, pois ele terceirizou aos seus parceiros, inclusive a laminação das carrocerias.

A Barris apresentava três modelos de buggy. Um roadster, com uma proposta diferente do Barris T, uma “van” e um conversível.

A Van foi o modelo feito em primeiro lugar e que, recentemente, foi a leilão em 2015, devidamente restaurado pela própria empresa do Barris. As fotos são do site Car and Driver.

Observa a interessante solução de acesso à parte superior do motor.

Não foi um sucesso, afinal

Apesar do modelo interessante e do nome por trás do projeto, o buggy vendeu pouco. Estima-se não mais de 15 unidades ainda estejam rodando.

Apesar disso, algumas cópias foram produzidas, com pequenas alterações, por outras empresas, mas nenhuma com o estilo perfeito de Barris.

A seguir, publicidades feitas pela empresa.

Buggy Barris T

O Planeta saúda todos os projetistas que desenvolveram buggies. Bruce Meyers foi o primeiro, mas outros seguiram sua trilha.

George Barris foi um dos grandes customizadores de veículos. É conhecido nos EUA como “Kustom King”.

O Buggy desenvolvido por ele não poderia deixar de ser extravagante mas, ao mesmo tempo, muito bonito!

E os paralamas são retos, perfeitos para colocar a bebida sobre eles, sem risco de entornar (um dos princípios utilizados por Bruce na construção do Manx).

Mais Curiosidades

O Planeta está colocando algumas curiosidades do universo buggista brasileiro e internacional.

Visita a página onde estão concentradas as postagens que já estão no Planeta Buggy!

 

Este post tem 2 comentários

  1. Marlon

    Oooohh Carlão, realmente, muito inspirado nos fordinhos…….. general Lee….eu adorava o seriado! Abcao

    1. Beco

      Reza a lenda que eles destruíram mais de 300 Dodges durante o seriado. Mas não chega a ser uma tragédia, pois eles provavelmente teriam sido destruídos em algum ferro velho, na época.

Deixe um comentário