You are currently viewing Curiosidades do Planeta #4 – Dune Buggy no Daytona 24?

Curiosidades do Planeta #4 – Dune Buggy no Daytona 24?

Este Dune Buggy teria corrido no Daytona 24 se não fosse pela Porsche

Sim, alguém realmente tentou correr com um dune buggy baseado no Fusca nas 24 horas de Daytona de 1970.
E eles quase conseguiram …

BY JAMES GILBOY NOVEMBER 25, 2021

Há algumas coisas que você nunca espera ver em uma pista de corrida, como uma Volkswagen Type 2 bus that drives on its side, ou a rolling confluence of internet memes and pyramid schemes (NT: títulos deixados no original, em inglês). Ou, nesse caso, um dune buggy baseado no VW Fusca. Mesmo assim, isso não impediu uma equipe independente de inscrever um buggy nas 24 horas de Daytona de 1970 como uma piada, apenas para se classificar para a corrida e receber permissão para largar. Eles teriam feito a bandeira verde (largada), também, não fosse por um encontro infeliz com a Porsche.

A Daytona 24 de 1970 é mais conhecida por ser a corrida de estreia da Ferrari 512 S, o contra-ataque de Maranello ao Porsche 917K. A seriedade com que as duas marcas abordaram a corrida foi acompanhada apenas pela petulância de Hugh Heishman, um revendedor Porsche e Volkswagen da Virgínia, que inscreveu um buggy para a corrida “como uma novidade”.

Dune Buggy em Daytona24

Lou Galanos, que tirou a foto do carro lá em cima e já escreveu sobre o evento para a Sports Car Digest, nos disse que o carro de Heishman foi construído em colaboração com a Dearborn Automobile Company, que produzia carros de Fórmula V (mecânica boxer,  aberto, sem paralamas, como nos Formula 1), e que forneceu o kit do buggy “Deserter” que daria o nome ao seu carro de corrida: Deserter GS Volkswagen. Ao contrário da maioria desses buggies, que costumam ser baseados no chassi de VW Tipo 1 (NT: o nosso Fusca), o Deserter GS era efetivamente um carro de Fórmula V com estrutura de tubo e carroceria de um dune buggy. Era essencialmente um Fórmula V bem vestido.

Eles foram anunciados como seu carro sendo similar ao Chevrolet Corvair com seis cilindros refrigerados a ar, embora o carro de Daytona fosse movido por um motor VW mais simples; um boxer de 1,7 litro que, dependendo das especificações, poderia produzir de 68 a 80 cavalos de potência. Indo pelo peso declarado do Deserter GS de 1.100 libras com o flat-seis nele, é lógico que o Daytona Deserter tinha uma relação potência / peso entre 110 e 160 cavalos por tonelada; bem acima dos menos de 100 com os quais alguns carros esportivos concorrentes apareceram. Mesmo assim, não era de forma alguma digno de ser classificado ao lado dos Porsches de ponta na classe de protótipos, onde pousou aparentemente devido à sua construção feita à mão.

Heishman tinha seu carro pilotado por um trio de funcionários da sua concessionária, todos com experiência em competições. Havia Steve Pieper, um piloto de monoposto que competiu na Daytona 24 do ano anterior e que em, pelo menos, quatro ocasiões competiu ao lado de seu companheiro de equipe Jim McDaniel, um piloto da SCCA Trans Am. Também teve Jon Krogsund, um piloto da IMSA GT, que, como todos os que estão atrás do volante de carros mais lentos em Daytona, disseram para “ficar na sua pista para não levar um enema de Porsche”. Isso acabaria sendo quase profético, como Krogsund aprenderia durante o treino da quarta-feira antes da corrida.

Krogsund estava dando voltas de treino quando a equipe a ser derrotada, a JW Automotive, apoiada pela Gulf Oil, enviou seu Porsche 917K (ou T-car) com o vencedor de Fórmula 1 Jo Siffert (que também ajudou a filmar “Le Mans” de Steve McQueen) no comando. De acordo com o relato de uma testemunha ocular, Siffert interceptaria o estranho protótipo com corpo de buggy no início de sua segunda volta de prática, entrando na curva três na seção interno do campo de Daytona. Krogsund disse ter mantido sua linha ao sair da curva, e quando Siffert tentou passar na reta para a curva dogleg (curva fechada) quatro, os dois carros fizeram contato.

O VW não foi seriamente danificado, mancando de volta para os boxes com uma roda torta, mas uma carroceria de fibra de vidro intacta. O Porsche, por outro lado, não teve tanta sorte. Ele sofreu danos à roda traseira esquerda, que esvaziou o pneu, e mais tarde foi descoberto que teve a suspensão danificada – seria rebocado para os boxes e não voltaria à pista durante todo o fim de semana. A JW Automotive ficou furiosa e apresentou uma queixa aos comissários de corrida sobre o carro e seu piloto, alegando que “os pilotos do buggy estavam por toda parte”, de acordo com a edição de abril de 1970 da Sports Car Graphic.

Os organizadores investigaram e, após entrevistar as testemunhas, chegaram a uma conclusão menos contundente: foi um incidente de corrida. O Deserter GS estava liberado para começar a corrida, mas não faria a largada de qualquer maneira. Não por causa dos organizadores da corrida ou da Porsche, mas porque Heishman – que negociava com Porsches – não queria que a confusão afetasse seu sustento e retirou o carro.

“Eu era um revendedor Porsche / VW e não precisava de nenhuma dor de cabeça associada aos meus parceiros de negócios”, Heishman lembrou mais tarde. “Eu não queria ser acusado de causar problemas à Porsche.”

No final, Heishman abandonou Daytona e, embora seu piloto tenha sido inocentado de qualquer falha, ele e os outros inscritos mais lentos tiveram o que a Porsche teria considerado justo. No último minuto antes da corrida de 1971, equipes que não conseguiram se classificar com média acima de 93 mph na qualificação foram impedidas de começar, efetivamente proibindo carros mais lentos e de categorias inferiores. Mesmo que o Deserter GS nunca tenha realmente competido, ele ainda parece ter deixado sua marca no rosto das corridas de resistência em Daytona.

Tem uma dica ou pergunta para o autor? Você pode entrar em contato com ele aqui: [email protected]

linha

Dune Buggy no Daytona 24 – Tradução Autorizada

Esta tradução foi autorizada pelo autor e pelo fotógrafo, porque o Planeta Buggy acredita na propriedade intelectual e a respeita.

O que achou desta incrível história? Conta aí nos comentários.

Conheça outras Curiosidades do Planeta

Algumas coisas curiosas sobre buggies, estão registradas aqui no Planeta Buggy.

Confere, clicando na imagem a seguir.

Este post tem um comentário

  1. Chevas

    Legal a história…
    []’s

Deixe um comentário