Você está visualizando atualmente Buggy Fyber do Carlos Caminha – PB – 1991
Buggy Fyber do Carlos

Buggy Fyber do Carlos Caminha – PB – 1991

o buggy fyber do carlos caminha está no site desde 2006

Buggy Fyber do Carlos Eduardo Caminha

Meu nome é Carlos Eduardo, e estou enviando as fotos do meu Buggy Fyber 1991. Sou integrante do Buggy Club Paraíba. Havia muito tempo que queria ter um buggy, desde criança que eu sempre sonhei em possuir um. 

No início, poderia ser qualquer modelo, mas quando via os Fyber ficava louco e fui me convencendo que não poderia adquirir mais nenhum outro modelo. Infelizmente, meu pai não queria nem saber de buggies.

O tempo passou, cresci e, graças a Deus, comprei este buggy em 2004. Claro que ele não estava nem um pouco parecido com o que é hoje. Comprei-o e, com menos de um mês, tive que começar a fazer serviços nele. 

No início, confesso, pensei que meu sonho tinha virado pesadelo, nunca pensei que fosse gastar tanto com a manutenção de um carro, toda hora o meu buggy quebrava, e vivia mais na oficina do que andando. 

Minha noiva já não suportava todas as despesas que eu tinha com esse carro e frequentemente queixava-se dizendo que eu tava mais atenção ao buggy do que a ela (nisso ela sempre esteve redondamente enganada!!!).

De um buggyzinho simples e comum, resolvi deixá-lo como está. Reformei o carro inteiro, troquei tudo o que tinha direito nele (terminei gastando mais do que um buggy zero km), mas deixei-o do meu jeito. 

Dentre as inúmeras alterações fiz, cito: pintura geral, suspensão nova, motor novo, bancada alta nova, serviços de fibra, chassis novo com tubos galvanizados e reforçados (instalei graxeiros para evitar corrosão), relógios de painel novo, pneus novos, ou seja, instalei tudo novo.

Para finalizar instalei um “sonzinho” no rapaz, DVD player Power Acoustik, Tela motorizada in-dash de 7 polegadas, CD/MP3 Player Pioneer Premier DEH-P960MP (colorido com equalizador gráfico de 13 bandas, DSP e duas frentes), Dois módulos Roadstar RS-4510AMP Power One (720 watts RMS cada um), Quatro alto-falantes de 12 sendo dois WPU e dois só para graves Selenium Street Bass (em caixa feita na própria fibra), dois Tweeters profissionais e duas cornetas, todos da Selenium.

Bem, finalmente meu sonho realmente virou realidade, o buggy ficou do jeito que eu queria e nunca mais me deu dor de cabeça, funciona perfeito e anda macio e suave. Este aqui não vendo, não alugo e não empresto à ninguém. Agora só ando com meus dois amores, minha noiva (em primeiro lugar, claro!!!) e o meu buggão.

Carlos Eduardo Caminha

Comentários do Planeta (2023)

O que mais chama a atenção no buggy Fyber do Carlos, é o painel. Som para desmanchar dunas! E o que mais me surpreendeu foi a instalação de engraxadeiras (graxeiras) no chassi. Será que funcionou? Diz nos comentários o que tu acha disso. 

Como já fazem mais de 15 anos desta informação, se ele ainda está com o chassi íntegro (agora em 2023), a coisa funcionou muito bem, pois a vida útil é de aproximadamente 15 anos, se bem cuidado. Como estará o buggy Fyber do Carlos?

Nunca é demais referir ao fato de que o Fyber inaugurou uma nova tendência de buggies no Brasil, principalmente no Nordeste. O buggy Fyber do Carlos manteve-se fiel ao desenho original, o que é muito bom.

Conheça um Pouco Sobre o Fyber 

O Planeta criou uma postagem sobre o Clássico Buggy Fyber. E também colocou vários relatos e fotos de outros Fyber, além do buggy Fyber do Carlos Caminha. Confere, clicando na imagem a seguir.

E esta foi a postagem sobre o Buggy Fyber do Carlos. Comenta ali embaixo o que achou deste buggy!

As Atualizações do PB

A seguir, os links para as atualizações mais recentes do Planeta Buggy. Ou clica em “novidades” no menu superior, para ver todas as publicações em ordem cronológica.

Visita as redes sociais do Planeta. Grupo e Página no Facebook

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.