Emis Carioca – Márcio Glielmo

Emis Carioca – Márcio Glielmo

  • Post author:
  • Post published:25/06/2020
  • Post category:Garagem
  • Post comments:1 Comentário
  • Post last modified:12/07/2020

A Garagem do Planeta

A Garagem do Planeta apresenta o primeiro Emis a ocupar um de seus boxes virtuais. E um Emis tradicional, feito pela fábrica carioca, em 1984. Acompanha a história deste belo buggy, nas palavras do próprio Márcio.

Buggy Emis Carioca 1971/84

Sim, 1971/1984. Explico. A Emis foi uma fábrica de buggy no Rio de Janeiro da década de 80 que produzia um buggy diferente, mais baixo, mais esportivo.

O feliz futuro proprietário podia escolher duas formas de encomendar seu brinquedo, completo com chassi tubular fabricado pela própria Emis ou levar qualquer VW com mecânica “a ar” para transformação. Pois foi essa a opção escolhida pelo primeiro dono do meu buggy. A partir de seu TL, comprado zero quilômetro em 1971, seu antigo dono dirigiu até a rua Guatemala, no. 371, na Penha, Rio de Janeiro e o transformou em um belo buggy 1984 vermelho rubi, cor original do catalogo da VW na época. Portanto, um Emis com chassi e documentação 1971 com carroceria 1984.

Seu primeiro dono o manteve até 2010, quando foi transferido para a propriedade de sua neta como presente, mantendo-o na mesma família por mais 7 anos.

Encontrando o parceiro ideal

Em janeiro de 2017, deitado em uma rede na varanda de uma casa de praia da região dos Lagos, RJ, acessei a OLX e achei o anuncio do Emis, modelo que já procurava a cerca de um ano. Já não era mais vermelho Rubi, agora refletia tons metálicos do vermelho Barroco, cor de catálogo da FIAT de 2004.

Retornando à capital fui conhecer o carro. Extremamente original, com todos os raros para-choques intactos, capota tradicional em vinil listrada de vermelho e branco, mas claramente pintado no estilo maquiagem para venda. Brilhava, é verdade, mas não tinha capricho algum. Nem liguei, fechei a compra, o Emis era meu!

Sonho realizado, vamos partir para os problemas. Não eram poucos, como a maioria dos buggies anunciados. Foi direto para a revisão e freios, suspensão, transmissão, elétrica e motor verificados.

Pronto, já posso sentir a brisa à beira mar nos escassos cabelos que me restam. A partir de então, várias alterações foram feitas, atualizações de conforto e segurança, instalação do tão útil towbar para reboque e, claro, diversas personalizações.

Um Rally?

Seria uma história comum de quem compra um buggy se não fosse por uma conversa com um amigo argentino de longa data, o Gabylan. O assunto era rally de regularidade e as competições que este amigo já havia participado em um passado recente. Não lembro muito bem de quem veio a ideia, mas decidimos ver se era possível participar de uma prova de rally com um buggy.

Pois sim, era permitido na categoria Novatos e/ou 4×2 e decidimos nos inscrever no Campeonato Carioca de Rally de Regularidade, evento oficial, homologado pela CBA. Eu como piloto e o Gabylan, que quando fica nervoso não fala português, de navegador. Seria só uma etapa, em Maricá, sem pretensão alguma, só para ver como é. Segundo lugar geral, atrás apenas de um Renegade 4×4 e a frente de dois Bajas e outro carros 4×4, como Troller e Pajero TR4.

Estrago feito, vamos para a segunda etapa para ver se foi sorte de principiante. Segunda etapa em Itaipava e mais um segundo lugar, mantendo a segunda colocação no campeonato. Já era, vamos correr as 6 etapas! A terceira era em São Pedro da Aldeia e estávamos lá novamente no pódio, mais um segundo lugar, mantendo em segundo no campeonato. Não é possível, só ficamos em segundo?

Partimos para Santa Maria Madalena e Trajano de Morais para as quarta e quinta etapas, rodada dupla, com prova no sábado e domingo.

Vieram, então, as sonhadas vitórias. Das quatro parciais vencemos três e assumimos a liderança do campeonato com uma certa folga para o tal Renegade. Empolgados para a sexta e última etapa, a decisiva, com uma prova noturna em Maricá, decido fazer uma grande revisão no Emis, inclusive instalando um motor 1600 zero Km. Os problemas começaram e, após muita decepção, verificamos que não seria possível terminar o carro a tempo para que pudéssemos competir na última etapa com segurança. Éramos líderes e não podíamos correr.

Tudo bem, sem problemas, o regulamento permitia não participar de uma etapa e utilizar como descarte. Fazer o quê? O Renegade que já tinha feito seu descarte, correria a última etapa e só precisaria de um terceiro lugar para ser campeão. O vice campeonato já seria muito honroso para um buggy metido que decidiu correr um rally.

Muita reza em português e “argentinês” durante aquela noite em que os carros corriam pela restinga de Marica atrás do tão sonhado título e, então, saiu o resultado. Depois de se perderem em um balaio (uma espécie de pegadinha das planilhas de rally), o Renegade
acumula um atraso muito grande e decide abortar a prova, que já estava perto do fim. Quarto lugar geral e o título era nosso! Buggy Emis Campeão Carrioca de Rally de Regularidade de 2018 na categoria Novato!

Seguem algumas fotos para ilustrar a saga! O buggy segue meu, cada vez mais querido, campeão, e ainda com aquela pintura vermelho
Barroco muito mal feita.

Mais Fotos!

Mais algumas fotos do Emis do Márcio, mostrando os instrumentos Cronomac padrão VW, faróis de LED e o cambão.

Gostaria de ver teu Buggy na Garagem do Planeta?

Manda fotos e história dele para nós, através do forum do Planeta. Ao abrir a página, clica em “Adicionar Tópico”, à direita e conta tua história!

E, para saber como fazer boas fotos de um buggy, dá uma olhada nesta página.

5 2 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
1 Comentário
oldest
newest most voted
Inline Feedbacks
View all comments
trackback

Uma breve análise do Buggy Emis no Planeta Buggy. Clica no título do comentário e vai lá dar uma olhadinha.

Last edited 2 meses atrás by Beco