Recados do Buggyman #6 – Clonagem de Buggy
Glaspac

Recados do Buggyman #6 – Clonagem de Buggy

Ser um astro tem seus problemas

Por muitos anos, não tive problemas em manter as placas do Velho’73 nas páginas do Planeta, embora tenha tido o cuidado de apagar todas as placas que apareciam, de outros buggies. O risco de clonagem de buggy (ou qualquer carro) sempre existiu, mas nunca levei muito à sério.

Pois aconteceu que alguém copiou a placa do Velho’73 em Sapucaia do Sul. Felizmente (ou infelizmente para os envolvidos), quem copiou a placa do Velho bugue acidentou-se aparentemente antes de usá-lo e encher o velho aqui de multas… 

Pois recebi uma comunicação do Detran-RS para retirar o Buggy Glaspac 72 do depósito, antes que ele fosse a leilão (e como sucata!). Pela comunicação não dava para saber detalhes e fui em um despachante para ele descobrir no sistema do Detran-RS o que estava acontecendo. Pois bem, o sistema informou que desde 2016 este buggy estaria no tal depósito, após envolver-se em um acidente. O despachante disse que teria que ter uma vistoria lacrada para provar que meu buggy era… meu buggy. 

Então, resolvi pesquisar um pouco mais e fui na DPPA (Polícia Civil) para saber sobre o tal acidente. E descobri que foi em 2011! Naquela época, uma F1000 puxava o buggy com um cabo flexível e o cara à direção dele era um foragido da justiça! Aparentemente, o Estado achou que não precisava informar o “dono” do buggy, que seu veículo tinha se envolvido em um acidente com danos materiais e pessoais e um criminoso na direção.

Bueno, tive que fazer a tal vistoria (R$ 260,00, sem os custos do despachante, que é meu amigo), tirar fotos do buggy, imprimi-las e tirar cópia dos meus documentos e do documento do buggy (mas foi feita uma vistoria no Detran, para a qual já tinha feito as tais cópias).

Burocrata: O original precisa estar perfeito para provar que ele é… ele

Ok, agora o mais bizarro. Ao fazer a vistoria, buggy perfeitinho, o burocrata de plantão (que sequer é um funcionário público, mas apenas um concessionário) quis que eu ligasse os faroletes (que não são item obrigatório, diga-se). “não ligam, não só enfeite do buggy“. Mas o burocrata dizia que se tinha os faroletes, tinham que ligar. Ou tira os faroletes ou coloca uma chave para ligar! E, pasmem, ainda complicou com a numeração do motor (original, de 1969), que estava “meio torta”. “Amigo, este motor tem 50 anos, não tinha um computador para fazer a marcação!” 

Mas o nobre burocrata me fez esperar dez dias para que conferisse com a última vistoria (felizmente tinha uma de quando se trocou as placas amarelas). E, sim, contou os cintos para bater com os documentos, verificou se tinha estepe, macaco, chave de roda, triângulo, luz alta, baixa, piscas, luz de placa, luz de ré (não seria obrigatório, mas tinha a luz na sinaleira traseira…)

Este é o nosso país, caros amigos. A burocracia existe em qualquer lugar, mas aqui atingiu o “estado da arte”. Se o clone estava em um depósito oficial, o correto seria fazer a vistoria nele, às expensas do Estado e colocar mais este crime nas costas do vago. Mas, para que fazer isto, se o trouxa cidadão pode fazer e ainda pagar para o Estado e seus asseclas burocratas? Lembrando, ainda, que durante todo este tempo, paguei todos os encargos do buggy ao Estado e este me enviou os documentos de licenciamento todos os anos, como comprova o que está no site do Detran-RS: “Veículo em circulação”, Licenciamento para o exercício 2019…

Mas me bateu uma curiosidade. Semana que vem vou à Porto Alegre e dar uma passada neste depósito. Com os documentos do verdadeiro, claro, vou tirar algumas fotos e ver o número do chassi, do motor… afinal, eu preciso ter certeza que é o “meu” buggy”! Provavelmente, sequer é um Glaspac. (anotação posterior: não fui ver a sucata!)

De qualquer maneira, sigo mostrando minha placa. É um direito que tenho e um desafio a novos clones. Mas vou seguir apagando as placas dos que aparecerem pelo Planeta. Ninguém precisa ser um velho burro turro como eu.

Abaixo, as imagens do Meliante (acho que vai ser o novo nome do Velho’73), que foram apresentadas para o devido registro policial.

Atualização – informação final

Tinha deixado a burocracia agir sozinha, mas o prazo do leilão estava chegando e, para não correr riscos, resolvi fazer alguma coisa. Mesmo que a informação colocada ali é que ele seria destinado à reciclagem, eu estava correndo o risco de fazerem uma baixa automática do Velho e as coisas poderiam complicar bastante.

Em primeiro lugar, verifiquei que ainda constava a presença do clone no depósito e esta informação estava no prontuário do meliante. Liguei para o depósito e eles disseram que não tinham nenhuma informação nova. Liguei para o Detran, onde uma funcionária muito atenciosa me disse que não podia fazer nada, mas recomendou entrar no “Fale com o Detran” na página deles. Segundo ela, em dois dias, no máximo, eles dariam uma resposta.

O Velho’73 (A.K.A. Meliante) está com a ficha limpa, novamente

Meio incrédulo, fiz um pequeno histórico (espaço muito pequeno) e mandei, quinta feira. Hoje, 09/09/19, segunda feira, recebi um email relatando que eles tiraram o registro do depósito e o clone será vendido sem esta informação. E pediram desculpas! Detalhe, até onde sei, não se faz reciclagem de fiberglass, logo, um novo clone poderá aparecer por aí… espero que eles retirem as placas.

Mas eu fiz minha parte, por que os burocratas não fizeram a dele, sem precisar um empurrãozinho? Bueno, porque são burocratas!

9
Deixe um comentário

Please Login to comment
avatar
4 Comment threads
5 Thread replies
5 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
6 Comment authors
nettoDanieleBecoChevasMarlon Rohrbach Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Joilson Morais
Visitante
Joilson Morais

Pra um coroa de 50 anos até que seu Velho 73 está em boa forma.

Marlon Rohrbach
Visitante
Marlon Rohrbach

Caaaaraaa, que loucura meu!!!

Chevas
Editor
Chevas

Caramba. Embora eu também apague a placa nas fotos que posto, achava que era bobagem, pois clonar um Buggy (ou qualquer outro carro fora de série) seria uma coisa muito rara… também quero ver o resultado da visita ao depósito. Acompanhando.
[]’s

Daniele
Visitante
Daniele

Pessoal, Boa tarde. Tenho um Buggy 2007 Fecar Naja One, e estou precisando trocar os pneus traseiros esta com o Big Foot, porem vou usar em asfalto, me indicaram o 255/60 R15 Hankook mas não encontrei, vc pode indicar outro modelo ou medida que eu possa colocar? Além disso esta fazendo um barulho na roda traseira L/E quando esta em movimento em marcha lenta e engatado, o mecanico não sabe o que é, ja foi trocado tambor e eixo. Alguem tem alguma sugestão? Obrigada

netto mietto
Membro
netto mietto

No ML vc acha esses pneus