Personalizando o Velocímetro Original do Fusca
Personalização finalizada

Personalizando o Velocímetro Original do Fusca

Personalizando o Velocímetro Original do Fusca

Recado do Planeta

Personalizando o velocímetro original do Fusca (ou buggy) é um tutorial foi colocado pelo Diogo Lima, lá no forumeiros e, pelo interesse que despertou na época, o Planeta colocou-o em uma página do site antigo, em 2010. Ainda bem, porque no Forumeiros, as imagens se perderam.

O Diogo fez o serviço em um velocímetro de Brasilia, mas a sistemática deve ser exatamente a mesma para o do Fusca.

Por Diogo Lima
Agosto de 2010

Olá Pessoal,

Vou tentar passar algumas dicas de como dar um visual novo para o velocímetro do teu buggy. Este, desse humilde tutorial, é de Brasília, da marca VDO. Acredito que a maioria dos bugueiros que tem este velocímetro não deve estar muito satisfeita com o visual.

Eu tinha dois velocímetros deste e, ao tentar melhorar um deles, acabei fazendo algumas besteiras e o que ficou danificado serviu de cobaia para desenvolver algumas técnicas para não estragar o outro. Espero, com estas dicas, encorajar aqueles que estão com medo de colocar a mão na massa.

Iniciando a desmontagem

Antes de mais nada, vale comentar que um velocímetro deste custa na base de R$ 30,00 em ferro velho (nota do PB – em agosto de 2010), na pior das hipóteses já se tem uma idéia do quanto irá gastar. Outro detalhe que merece muita atenção é que o vilão desta aventura é o ponteiro, uma encostadinha nele e tudo perde a graça.

Vamos lá: para abrir o velocímetro, é só ir desamassando a borda deste aro (seta vermelha) bem devagar para não danificar muito, abra só o suficiente para solta-lo do corpo do velocímetro.

Velocímetro do Fusca - desmontando
Desmontando o velocímetro

Após retirar o aro e o vidro, será necessário retirar o núcleo de dentro do corpo do velocímetro. Para isso, basta retirar dois parafusos (circulo azul, na foto acima). Para retirar o núcleo, primeiro você terá que afrouxar, mas não retirar completamente, os parafusos, pois existe um desnível que fará com que o núcleo caia e quebre o ponteiro. Solte um pouco os parafusos, apóie por dentro com a mão em qualquer parte longe do ponteiro e então retire os parafusos completamente.

Fabricando uma ferramenta

Depois de desmontado, teremos que soltar o ponteiro do lugar. Para isso, fiz uma ferramenta simples mas que fez a diferença. Pegue uma chave de fenda velha, faça um corte na fenda e amasse a ponta com um martelo. O resultado será este mini “pé de cabra”.

Fabricando uma chave
"fabricando" uma chave especial

Retirando o ponteiro

Para retirar o ponteiro, primeiro você terá que saber qual é o peso do repouso dele sobre o batente, se você apenas recolocá-lo de qualquer maneira, o velocímetro ficará completamente desregulado. Para saber qual é o peso eu quebrei a cabeça e quando achei a solução, depois de algum tempo estudando a causa, percebi que boas idéias sempre são super simples.

Retire o tubo de papelão onde fica a luz do farol alto e, com muito cuidado, solte estes dois parafusos que prendem a escala do velocímetro.

retirando o ponteiro do velocímetro
Retirando o ponteiro
Alinhando o ponteiro
Alinhando o ponteiro, antes de retirá-lo

Agora volte ele para a posição normal para podermos soltar o ponteiro pois, se tentarmos com ele em repouso, poderemos amassar a mola em sentido contrário sem querer.

Segure o núcleo do velocímetro com firmeza e coloque o “pé de cabra” em baixo do ponteiro e force para solta-lo. Com certeza ele estará mais preso do que você imagina, se for o caso peça ajuda de alguém para segurar o núcleo do velocímetro para que você possa fazer uma força com “precisão”.

Muitos dizem que arrancam o ponteiro com alicate, mas não me pareceu algo seguro, pois a primeira (e única) vez que arrisquei, acabei quebrando o ponteiro. Mesmo depois de quebrado, insisti na técnica, só pra saber no que ia dar, e o resultado foi um eixo empenado (tentando de baixo para cima) e um ponteiro todo mastigado (tentando de cima pra baixo).

Agora, sim, personalizando o velocímetro original do Fusca com um novo mostrador

Obviamente, antes deste processo todo, você terá que ter em mãos um acrílico ou um adesivo pra colocar no lugar da escala. O meu ,eu mesmo fiz no Corel todo coloridinho cheio de tuti fruti e ainda coloquei o apelido que ele gosta de ser chamado “Samurai”! rsrs.

Novo mostrador do velocímetro para o buggy
Novo mostrador. Solte a imaginação!

Este adesivo foi impresso numa impressora jato de tinta numa etiqueta A4 destas PIMACO que tem na maioria das papelarias e por cima, para da um ar de verniz, eu coloquei adesivo contact transparente Para fazer os cortes internos na medida, eu usei uma lima de precisão esmerilhando o adesivo contra a parede da chapa da escala, não tinha como errar o corte assim. Isso pode ser feito também com uma lixa de unha cortada bem fininha também.

O chato é ajustar a escala, o resto tudo pode mudar fácil, confesso que a escala não está 100% exata, eu diria uns 95% , mas este detalhe passa batido porque não se trata de um instrumento de total precisão.

Caso você tenha um adesivo ou um acrílico desses do mercado livre, a hora de colocar seria agora se não fosse um detalhe… os numero do odômetro. Normalmente eles estão amarelados e se você deixá-los assim, depois de todo trabalho, esse amarelado vai ficar mais que evidente. Tenho algumas dicas para não parecer que o seu velocímetro tomou banho e colocou roupa suja. Veja a seguir.

Desmontando o Odômetro

Para desmontar o odômetro eu levantei esta chapa (circulada) um pouquinho com o alicate, o suficiente para retirar o eixo Depois que este eixo vertical sair, você puxa o eixo central daquelas rodinhas cheias de números (ela sai super fácil).

Detalhe, antes de retira-las aproveite para girá-la com o dedo já que estará sem o eixo vertical para você entender como funciona o esquema das engrenagens, acho que nem será necessário explicar porque realmente é muito intuitivo, basta você girar para entender…

Desmontando o odômetro do velocímetro do Fusca
Desmontando o odômetro

Reformando o Odômetro

Para pintar os números é muito fácil. Eu fiz o seguinte, coloquei umas gotinhas de tinta branca num jornal e passei a rodinha por cima da poça como se estivesse “brincando de carrinho” rodinha por rodinha. Uma vez que os números são em baixo relevo, a tinta entra nos números e o próprio jornal na parte de fora da poça já tira o excesso.

Depois de seco, você passa uma lixa fininha por fora e a tinta fica ilesa la dentro do numero Então, é só montar novamente, você poderá manter a marcação de antes ou zerá-lo, se preferir.

Agora, aproveite para aplicar um WD40 nos eixos do velocímetro (bem pouquinho mesmo, de levinho). Dê uma pintura no ponteiro, se necessário (o meu eu fiz com esmalte de unha mas tava meio velho e grosso e não deu certo, mas tudo indica que se estivesse novo e menos denso, seria uma ótima idéia).

Bom momento para mudar a iluminação original

Caso não queira manter a iluminação verde original, essa é uma ótima hora para arrancar os plásticos que dão o tom verde (o meu eu arranquei e fiz mais 3 furos para colocar leds da cor que combinar melhor depois de tudo pronto). Verifique as lâmpadas piloto (cai bem uma lixa fina e um WD) e lave o vidro do velocímetro.

Partindo para a montagem final

Agora vamos colocar a nova escala, lembre-se na hora de colocar a escala nova coloque-a de cabeça para baixo e coloque o ponteiro na marca de referência que você fez antes de retirar o ponteiro. Depois de prender o ponteiro, você solta a escala, gira em sentido horário até que os parafusos cheguem na furação e prenda a escala novamente.

Lembre-se de colocar aquele duto de papelão da lâmpada do farol alto no lugar atrás da escala, coloque o núcleo dentro da carcaça novamente e prenda os parafusos de fenda por trás.

Caso queira pintar os aros do velocímetro aproveite para tirar um molde de papel do aro menor.

Espero ter incentivado aqueles que querem dar um toque pessoal no bugão… um texto deste tamanho faz parecer complicado mas está longe disso! É um trabalho delicado, mas prazeroso!

Comentário do Planeta

“Personalizando o velocímetro original do Fusca”, foi um trabalho feito por um cara habilidoso e nem todos nós temos a mesma capacidade. Mas, como ele afirma, é um serviço delicado, mas tranquilo de ser feito, com os devidos cuidados, principalmente naquela questão do ponteiro.

Este artigo foi montado em cima de um tópico do forum antigo. Se quiser dar uma olhada como foi a conversa e a montagem final, dá uma olhada por lá. As discussões sobre esta personalização foram grandes.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Fechar Menu