Bruce Meyers modelando o Manx I

A história do buggy começou na Califórnia… malucos de praia precisavam de um carro que pudesse andar nas dunas e tivesse fácil manutenção. Veio de tudo um pouco: carros feitos de madeira, plataformas de fuscas limpas e outras loucuras. Bruce Meyers começou tentando fazer um destes carros a partir de uma velha Kombi! Depois, desenvolveu seu próprio projeto, em plástico reforçado com fibra de vidro (FGRP na sigla em inglês). Muitos meses de rascunhos produziram um design que ele poderia construir pessoalmente, com ferramentas muito simples. Bruce construiu um pequeno modelo de argila. Este desenho revolucionou o mundo da diversão automobilístrica. Em maio de 1964, estava pronto o primeiro VW Fiberglass Dune Buggy, cuja modelagem pode ser vista na foto acima. Repare, em um canto da garagem, a miniatura feita por Bruce para servir de modelo. As praias nunca mais seriam as mesmas!

Bruce Meyers, que foi um construtor de barcos, de pranchas de surf e até de banheiras, detinha a tecnologia de fabricação de produtos em fiberglass. Usou todo este conhecimento de tecnologia e design para desenlvolver o Manx I, que era um monobloco que utilizava a mecânica do Fusca. Mas ficou muito caro e apenas 11 unidades foram construídas. Então, ele desenvolveu uma carroceria que poderia ser colocada sobre a plataforma encurtada do Fusca.

Seu próprio sucesso foi também seu fracasso. Copiado por muitos, Bruce não conseguiu fazer valer sua patente de desenho e acabou falindo. Sua ideia, no entanto, espalhou-se por todo o mundo, chegando aqui no Brasil, através da Glaspac, em primeiro lugar, seguida pela Bugre e BRM que ainda estão no mercado e por uma infinidade de outras marcas, que o Planeta tenta identificar.

Off Road 4×2!

O primeiro Manx era um monobloco e foram fabricados 11 deles na garagem de um carro do Bruce! Para mostrar que o carrinho era valente, ele e um amigo fizeram um trecho em Tijuana com um deles, colocando tanques de combustível extras e batendo um recorde na travessia. Isto inspirou a montagem da Baja 1000, competição off road.

 
Bruce Meyers e Ted Mangels no México com o Old Red

A História do Buggy no Cinema

A presença do buggy no cinema foi instantânea. O filme The Thomas Crown Affair (1968) mostrava um Manx com motor Corvair e detalhes de estilo modificados. Claro, era o carro de um magnata!

 

The Thomas Crown Affair Manx Buggy
Thomas Crown Manx Buggy Motor Corvair
Meyers Manx Buggy - Thomas Crown Affair

Elvis, em 1968, em um Manx no filme “Live a Little Love a Little”. O carrinho entrou no coração de todos!

Live a little love a little

Este é um texto em formação. Vamos colocar mais informação nele, à medida que atualizamos o novo site do Planeta. E aceitamos contribuições! Coloca teu comentário nesta página, clica aqui!

Fechar Menu