Análise do EMIS
Emis cearense do Evilásio, nosso eterno "Bugólatra". Faróis de Fiat 147.

Análise do EMIS

Um pouco de história Nossa análise do Emis começa em 1980, no Rio de Janeiro, quando o empresário Eduardo MIranda dos Santos resolveu desenvolver seu projeto de buggy. Paulo Renha, o engenheiro que desenvolveu o triciclo Renha e o "Formigão", projetou o chassi do Emis, completamente diferente do que existia até aquele momento, mas mantendo o mesmo estilo do chassi do Fusca, em forma de túnel. No logo original do Emis, o pingo do "i" é o logo da Renha. Logo original do Emis O Triciclo Renha, projetado e fabricado por Paulo Renha, tem linhas que lembram a carroceria do Emis, principalmente na traseira. E ali está o logo dele, no encosto.…

4 Comentários

Emis Carioca – Márcio Glielmo

A Garagem do PlanetaA Garagem do Planeta apresenta o primeiro Emis a ocupar um de seus boxes virtuais. E um Emis tradicional, feito pela fábrica carioca, em 1984. Acompanha a história deste belo buggy, nas palavras do próprio Márcio.Buggy Emis Carioca 1971/84Sim, 1971/1984. Explico. A Emis foi uma fábrica de buggy no Rio de Janeiro da década de 80 que produzia um buggy diferente, mais baixo, mais esportivo.O feliz futuro proprietário podia escolher duas formas de encomendar seu brinquedo, completo com chassi tubular fabricado pela própria Emis ou levar qualquer VW com mecânica “a ar” para transformação. Pois foi essa a opção escolhida pelo primeiro dono do meu buggy. A partir de…

1 Comentário
Análise do BRM M3
Pequeno capô do motor

Análise do BRM M3

Os Buggies Clássicos do PlanetaA Análise do BRM M3 está sendo apresentada pelo Planeta Buggy, porque ele é um dos Clássicos do Planeta.O Planeta Buggy tem uma classificação muito própria de quais são os buggies clássicos brasileiros. É uma classificação que está sujeita a alterações ao longo do tempo, sempre que houver convencimento de que existem mais buggies que merecem ser considerados como Clássicos do Planeta. A BRM - Um Pouco de História Em 1969, quando os buggies apareceram no Brasil, Roberto Oscar Martini e outro sócio, montaram a BRM Buggy Rodas e Motores Ltda. Instalava-se em São Paulo uma das mais tradicionais empresas de buggies no Brasil, inicialmente  para montar buggies a partir…

7 Comentários
Anti-Furto no Buggy
Esquema da trava Veronezzi

Anti-Furto no Buggy

Anti-Furto no BuggyUma das situações que mais apavora um buggista ou bugueiro, é o furto de seu buggy. O Buggyman já passou por esta situação e só foi salvo por um dispositivo que deixava a alavanca de mudanças presa na primeira marcha. Depois de algumas quadras, o ladrão desistiu de andar com um carro gritando em primeira marcha...Como evitar um furto?É muito difícil evitar o furto de um carro, qualquer carro. O que podemos, é dificultar a vida do vago, o máximo possível. Carros com mecânica Fusca são visados para desmanches e, portanto, não são exatamente muito valorizados. Logo, os vagos que furtam este tipo de carro são menos profissionais que aqueles…

2 Comentários

Perguntas Frequentes

Recados do Buggyman #25Neste "Recados do Buggyman", vamos tratar das perguntas mais frequentes que recebemos durante todo este tempo de existência. Se tiveres alguma ideia para acrescentar, coloca nos comentários lá embaixo!Perguntas FrequentesBuggy pode circular em rodovias?Esta é uma das perguntas mais frequentes. A resposta é simples, sim, não há problemas na circulação de buggies em rodovias, desde que esteja, como qualquer veículo, devidamente licenciado (precisa constar "buggy" nos documentos) e tenha os equipamentos obrigatórios.No documento, podem existir algumas variações, como estar no "espécie/tipo" ou no campo de observações. O a seguir é um exemplo. Repare que herdou do carro doador inclusive o número de passageiros, que implica em mesmo número de…

2 Comentários