Tributo a Bruce Meyers
História do Buggy

Bruce Meyers é um daqueles caras que tem talento com o cérebro, corpo e mãos. Um talento que permitiu criar barcos, carros e até banheiras de hidromassagem (10 anos antes de se tornarem populares). Quando retornou do serviço na marinha, durante a segunda gerra mundial, Bruce dedicou-se a fabricar um catamarã de 42 pés.Demorou alguns anos, mas quando finalmente ficou pronto, tornou-se um dos mais rápidos da região, ganhando uma corrida de Newport até Enseñada (México).

Enquanto construia este catamarã, Bruce ganhava a vida construindo vários barcos menores. Com esta atividade, ficou um especialista na fabricação de moldes em larga escala. Desenvolveu moldes rotatórios e outras técnicas para fabricação que ainda hoje são utilizadas pelas indústrias do setor.

   
 

Um dia, no início da década de 60, ele e sua esposa na época, Shirley, estavam na praia de Pismo, quando viram alguns veículos nas duras. "Dune Buggies" era como eram conhecidos.

Estes buggies eram somente chassi com motores V8 ou VW, mas nada bonitos e bastante grosseiros, difíceis de manejar. Bruce começou a pensar que modificações poderiam ser feitas, de maneira muito simples, para que fosse mais divertido andar com eles. A primeira tentativa, foi com uma Kombi (!?!). Cortou as aberturas das rodas para caber pneus maiores (9.5x15). Bruce percebeu que um veículo leve, com motor traseiro e grandes rodas era o que precisava.

Muitos meses de rascunhos produziram um design que ele poderia construir pessoalmente, com ferramentas muito simples. Bruce construiu um pequeno modelo de argila. Este desenho revolucionou o mundo da diversão automobilístrica. Em maio de 1964, estava pronto o primeiro VW Fiberglass Dune Buggy. As praias nunca mais seriam as mesmas!

Veja na foto abaixo à direita, o primeiro buggy sendo construído e o modelo sobre o armário ao lado! foto histórica... à esquerda, está Bruce, ao lado deste mesmo buggy, já operacional.

 
 

Os buggies Manx também influenciaram os anos 60: vários filmes utilizaram estes carros, sendo o mais famoso deles, estrelado por Steve MacQueen - The Thomas Crown Affair, de 1968. A foto ao lado, da MGM, mostra este buggy, com motor Corvair e modificações estéticas. Há uma cena de perseguição interessante com este buggy. Veja nas locadoras, que vale a pena!

Saiba mais detalhes deste filme, neste link. Inclusive um trailer onde aparece este buggy, na praia.

   
O sucesso foi tanto, que mais de 250.000 cópias de seu buggy foram fabricadas naqueles anos ´60. Bruce não conseguiu convencer a justiça norteamericana que ele havia criado algo que poderia ser patenteado. Isto levou a empresa dele - BF Meyers Inc. - a fechar suas portas em 1971.

Bruce Meyers fez outros carros, além do Manx. O mais interessante deles, a meu ver, é o Tow´d. É um estilo que não foi muito copiado, mas que tem linhas semelhantes aos buggies gaiola. A simplicidade de seu projeto, no entanto, é fantástica. Apenas duas peças compõem sua carroceria, que incluem os bancos. É um carro para apenas duas pessoas.

Originalmente, o Tow´d era um veículo somente off road, sem pára-lamas ou cobertura do motor. O nome sugere isto (tow = rebocar), dizendo que o veículo seria rebocado até o local de ação.

Pelo sucesso do veículo, foram construídos pára-lamas e cobertura do motor e criado o "Tow´dster", uma referência a roadster, conversível de dois lugares. Este modelo de buggy foi copiado por outros fabricantes, mas não com tanta freqüência como o Manx. Ainda hoje é fabricado um clone nos Estados Unidos. No Brasil, este modelo não apareceu.
 

Outro projeto de Bruce Meyers e de Stewart Reed, que chegou a ser classificado como o melhor kit car norteamericano, na época, foi o Manx SR. Fabricado com 13 peças de fiberglass e inúmeras outras de metal, este carro é realmente muito bonito. chegaram a ser construídos entre 400 e 600 destes carros.

Este aí ao lado, está detalhado em um site - em inglês, claro - do proprietário. Vale a pena dar uma olhada nesta bela máquina! Muitos detalhes deste carro e fotos de outros.

   

Com o Manx, Bruce criou o carro mais copiado em todo o mundo. Mais ainda, criou um estilo, uma obra de arte e um perfil industrial ainda hoje vigente. Em todo o mundo, encontramos fábricas de buggies que seguem as clássicas linhas do Manx. Na França, Inglaterra, Austrália, EUA, Holanda e aqui no Brasil, encontramos fábricas de buggies.

Por tudo isso, o Planeta Buggy presta um tributo ao fantástico Bruce Meyers que hoje, com mais de 70 anos, ainda dirige seu Mr. Manx nas areias da Califórnia. Recentemente, lançou o Manxter, um Manx do terceiro milênio. Dá uma olhada nesta fera, na página do Manx Club, clicando no banner abaixo:

 
VALEU, BRUCE!!!
     
Vai para a página da "História do Buggy"
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
1999/2004 - by planetabuggy