O primeiro buggy no
Brasil!

inserido no site em 13/09/2004
atualizado em 20/11/2004
Esta página não tem ligação com o fabricante deste veículo

CARO AMIGO, DÁ GOSTO VER O SEU SITE, tem quase tudo.

Morava eu, no inicio dos anos 60, nos EUA, quando descobri a nova onda dos buggies na Califórnia, e toda a mágica do Bruce MEYERS (só  não comprei  o  kit dele porque era muito  caro). Fiquei louco e obstinado em conseguir uma carroceria e dois pneus 11L-15 (BAIXA FLUTUAÇÃO), além de dois bons bancos e uma pintura especial metálica. A brincadeira era de mais de 1000 dólares e meu pai cortou minha onda.

Estudando no high school e com pouco tempo livre, porém com o sonho de poder levar este brinquedo para curtir as maravilhosa costa do estado do Rio, encarei um trabalho de lavador de pratos e faxineiro em um restaurante chique em Betehesda, Maryland, onde morava. Todo dia, das 16 às 23, ralava e limpava banheiros. Cada vez que batia o cartão de ponto puxava minhas anotações e via quanto faltava para completar. demorou pra dedeu (principalmente porque só recebia 1.25 usd a hora, mais parte das gorjetas).

Com o dinheiro na mão, mandei vir a criança, que chegou em um furgão grande do correio, quase chorei. Alguns meses depois, de volta ao Brasil, parti para montagem. Nunca ninguém ouvira falar em dune buggies aqui no Brasil. Era o primeiro e único!

Na praia grande em arraial do cabo-RJ

Para ir ao Rio, tinha que atravessar de lancha e juntava gente curiosa em saber o que era aquilo. Muito tempo depois, o cavalcanti criou a Bugre. Meus amigos Penho, Rodrigo e sua mulher, nos aventuramos a partir da casa do Penho em Itauna Saquarema/RJ,j para atravessar até o ponto da Praia Grande - Arraial do Cabo, uma distância de 50 km, absolutamente terra de Malboro, desconhecido e misterioso com lagoas cheias de jacarés, areias brancas como a neve, o mar de um lado e lagoa do outro. Uma região mágica e maravilhosa.

Como podes ver pelas fotos, meus amigos usavam na traseira dois pneus cidade/campo em rodas soldadas. Funcionava muito bem e ainda, se furasse um pneu, podia continuar rodando. Nesta época não existia o pneu Dunne Buggy no Brasil.

A travessia durou todo o dia, fomos saboreando o território virgem, surfando pelo caminho. O pôr do sol em Arraial do Cabo fez a minha cabeça para me mudar para sempre para este meu paraíso.

Ângelo Lima
nagual@arraialweb.com.br

 

Estão aí, provavelmente as primeiras fotos de buggies no Brasil! Nós, que estamos "perseguindo" a história do buggy no Brasil, ficamos muito agradecidos ao Ângelo Lima por ter compartilhado conosco estas preciosidades!
Vai para a página da "História do Buggy"
O uso deste site e seu conteúdo subentende o conhecimento das "Políticas de Uso"
1999/2004 - by planetabuggy